Robô de teste de corona como colaborador incansável na luta contra o vírus

Pipetar esfregaços da garganta de potenciais pacientes de corona – isso é um trabalho para robôs. Melhor dizendo, para um LBR iiwa da KUKA, que auxilia o pessoal de laboratório no Hospital Bulovka em Praga. Sem máscara, mas incansável.

24 de junho de 2020

Robô de teste de corona em operação contínua contra o vírus

Em tom de brincadeira, os colaboradores o chamam de "Pipeťák", em português: Pipeta. O apelido do robô de construção leve LBR iiwa no Hospital Bulovka de Praga expressa de forma visualizável a função do robô de teste no laboratório da clínica, que lá executa o seu trabalho desde meados de março: Com uma pipeta e uma balança industrial o robô adiciona uma solução aos esfregaços do nariz e da garganta de pacientes, para identificar o genoma do coronavírus. Se o teste for positivo, o paciente está infectado com o coronavírus. Cerca de 300 a 400 amostras passam diariamente pelo laboratório, e em horários de pico no surto da pandemia, o pessoal de laboratório examinou até 670 amostras em um dia.
As amostras coletadas da cavidade bucal, nasal e faríngea dos pacientes são analisadas no laboratório do Hospital Bulovka quanto ao genoma do coronavírus.
Os colaboradores do laboratório apenas colocam as amostras na bandeja e o robô de teste de corona LBR iiwa da KUKA assume a pipetagem

O robô KUKA em ação contra o corona trabalha com uma precisão muito superior a uma pessoa

O uso do robô de teste simplificou consideravelmente a realização dos testes: Por meio de uma pipeta, o robô de laboratório "Pipeťák" da KUKA adiciona sequencialmente um produto químico às amostras e, em seguida, verifica com a sua balança industrial integrada se foi adicionada a quantidade correta de líquido. "A pipetagem requer muito cuidado", explica Lenka Richterová do Departamento de Microbiologia Clínica do hospital. "Quando o robô faz a pipetagem, ele reduz consideravelmente o risco de erros. O robô de teste executa o processo com perfeição e facilita o trabalho do técnico de laboratório, que pode se concentrar em outras etapas do processo."

Braço do robô em operação ininterrupta para testes de corona

Na ação contra o corona, o robô KUKA consegue pipetar até 700 amostras por dia, de forma incansável e sem máscara. Para o hospital, o Pipeťák é uma facilidade em duplo sentido: O Instituto de Informática, Robótica e Cibernética (CIIRC) da Universidade Técnica em Praga (CTU) coloca o robô gratuitamente à disposição. Em apenas 14 dias, da primeira reunião de planejamento até a primeira utilização no laboratório, pesquisadores e estudantes da escola superior, sob a liderança do professor Václav Hlaváč, conceberam o ajudante mecanizado, configurado com uma pipeta e uma balança computadorizada, e programado para a pipetagem das amostras. O robô de laboratório da KUKA está incansavelmente em ação contra o corona desde o início de abril.
O robô de teste de corona pipeta amostra por amostra com um produto químico para identificar o coronavírus.

O robô de teste reduziu consideravelmente o risco de erros na pipetagem manual das amostras.

Lenka Richterová, Departamento de Microbiologia Clínica do Hospital Bulovka de Praga
Configurações de cookies OK e descubra a KUKA

Este site utiliza cookies (mais sobre isso), para lhe oferecer também o melhor serviço online. Se você continuar a usar o nosso site, somente usaremos cookies tecnicamente necessários. Se você clicar em ""OK e descubra a KUKA"", você também concordará com o uso de cookies de marketing. Com um clique em ""Configurações de cookies"" você pode escolher, quais cookies nós usamos.

Configurações de cookies