KUKA KR 1000 titan F despeja ferro fundido na Georg Fischer

KUKA titan é o primeiro robô a despejar ferro fundido na empresa Georg Fischer Mettmann.

Fundada em 1802, a Georg Fischer AG conta com uma história de mais de 100 anos em sua unidade em Mettmann, Alemanha. A Georg Fischer Mettmann faz parte da divisão GF Automotive da Georg Fischer AG, com sede em Schaffhausen/Suíça. Além de produtos de fundição, a Georg Fischer AG também fabrica máquinas de usinagem e sistemas de tubulação. Na unidade de Mettmann, aproximadamente 1.000 funcionários produzem 190.000 toneladas de peças de fundição por ano para a indústria automotiva.

Solução de automação para despejar ferro fundido

 
No ano passado, uma fundição totalmente nova foi colocada em operação em Mettmann, na qual são produzidos componentes de eixos e de motores para veículos de passeio e caminhões. A Georg Fischer AG estava em busca de uma solução tecnológica para despejar o ferro extremamente quente e líquido na caixa de moldagem, em todos os pontos necessários, para obter flexibilidade e aproveitamento máximos das caixas de moldagem. Para esse tipo de operação, geralmente são utilizados sistemas capazes de encher um molde de areia em apenas um ponto. Devido à alimentação estacionária em uma posição fixa, tais sistemas não permitem despejar o material de forma flexível.

Dois robôs KUKA KR 1000 titan trabalham em paralelo

Utilizando dois robôs de carga pesada KUKA KR 1000 titan para despejar o ferro fundido, a Georg Fischer obteve a flexibilidade e a capacidade de utilizar a superfície de moldagem de forma otimizada. Agora, não é mais o sistema de alimentação que determina onde as peças de fundição podem estar e onde não. Na solução desenvolvida pela empresa integradora ROBOTEC Engineering GmbH, dois KR 1000 titan operam paralelamente. Um invólucro resistente ao calor protege o robô adicionalmente contra as temperaturas ambiente externas da fundição.

No flange de robô encontra-se uma tina de fundição contendo ferro fundido a 1.400 graus. Entre a tina de fundição e o flange do robô está instalada uma célula de pesagem, com a qual pode ser pesada a quantidade do ferro fundido. Assim, ao realizar o próximo ciclo de despejamento, é possível dosar exatamente a quantidade faltante de ferro. Apenas a quantidade ideal de ferro fundido se encontra na tina de fundição. Graças à flexibilidade dos robôs de seis eixos, é possível despejar o ferro em qualquer ponto da caixa de fundição.

Antes que as peças fundidas possam ser removidas, os moldes de areia são resfriados a uma temperatura inferior a 700 graus. Após um resfriamento adicional à temperatura ambiente, as peças são irradiadas e submetidas a um controle visual antes de ficarem prontas para a entrega. Em caso de falhas ou tempos de inatividade longos, o metal esfria na tina de fundição e não pode mais ser despejado.

Para esses casos, a ROBOTEC desenvolveu uma solução inovadora: o ferro de processo pode ser levado pelos dois robôs de volta ao forno, onde é novamente aquecido à temperatura correta. Outra inovação é a troca automática da tina de fundição: o robô pode colocar de lado a tina de fundição usada e apanhar uma nova tina de fundição, assim como se está acostumado da troca de garras dos robôs. Além disso, a utilização dos robôs KUKA permite realizar diversos trabalhos de configuração na área do forno mais rapidamente e sem sobrecarregar os funcionários.

Compacto, forte, preciso e de fácil integração

O KUKA KR 1000 titan F convence com seu design compacto e seu baixo peso em comparação com robôs similares de 4.700 kg. Além disso, pode ser integrado a sistemas completos sem necessidade de fundações especiais dispendiosas e suporta cargas extremamente altas de cerca de 950 kg. Além de suportar cargas extremamente pesadas, ele é capaz de posicioná-las também de forma extremamente precisa. Além disso, o robô cobre distâncias de até 6,5 metros. Seus pontos fortes estão no design compacto, que aproveita de modo ideal o espaço de trabalho e, assim, permite a integração de maneira ideal ao sistema, economizando espaço e custos.

Baixos custos e baixa emissão de CO2

Uma vez que o ferro de processo pode ser derramado de volta no forno pelos dois robôs, conferindo ao ferro novamente a temperatura correta, a Georg não só reduz os custos de energia e logística, mas também reduz de forma sustentável as emissões de CO2.
O KUKA KR 1000 titan é bem protegido contra calor e pode trabalhar de forma esplêndida no ambiente de fundição.

Nós utilizamos cookies para oferecer a você o melhor serviço online. Saiba mais.

Ok