Robôs KUKA possibilitam novas aplicações com sistemas de raio X em arco C

Nova flexibilidade na angiografia.

Hoje em dia, sistemas de robô na medicina são usados para apoiar médicos em cirurgias, no diagnóstico ou na terapia. Eles convencem, sobretudo, pela constante alta precisão, flexibilidade e confiança. Em intervenções baseadas em cateter e no novo âmbito do centro cirúrgico híbrido, o sistema de angiografia baseado em robô Artis zeego da Siemens Healthcare vale como estado da arte com um amplo espectro de métodos de tratamento.


Com a ajuda da tecnologia de raio X e os meios de contraste, os vasos sanguíneos tornam-se visíveis na angiografia. Este sistema de imagens permite terapias minimamente invasivas de alterações vasculares – tipicamente constrições anormais (estenoses), má-formação de vasos – até tratamentos de câncer, nos quais os vasos que alimentam os tumores podem ser mostrados e fechados seletivamente.

Estes métodos de tratamento permitem curar o paciente com apenas algumas pequenas incisões com anestesia local, em vez de fazer uma cirurgia aberta com os respectivos riscos – sem falar nos custos envolvidos. Para cirurgias de alta complexidade no centro cirúrgico híbrido, esse sistema de imagens é usado para a terapia e controle final. Assim o cirurgião pode assegurar que o tratamento teve êxito e que podem ser evitadas possíveis correções e reoperações futuras.

Componentes robóticos possibilitam a manobrabilidade flexível

O Artis zeego – que tecnicamente consiste nos componentes robóticos da KUKA, cujos seis eixos rotativos possibilitam a mobilidade, também pode ser usado em situações clínicas complexas graças à sua manobrabilidade flexível. Com o Artis zeego o médico examinador pode posicionar o chamado arco em C livre e flexivelmente em volta do paciente. O arco em C serve como plataforma para a fonte de raio X e o detector plano para a geração da imagem.

 
O Artis zeego, composto de componentes KUKA, convence com a sua manobrabilidade flexível.

Aumento da precisão e flexibilidade

O uso da tecnologia robótica em sistemas de angiografia era ainda totalmente novo na tecnologia médica em 2008. Graças à flexibilidade do sistema, o paciente pode ser posicionado de forma ideal na mesa de exames. Uma inclinação da mesa representa um desafio para sistemas de arco em C convencionais, uma vez que o ponto de giro do arco em C não pode ser deslocado em todas as 3 dimensões. Através do uso de um robô esta restrição é eliminada. A mesa pode ser adaptada em inclinação e altura de tal forma que o paciente seja apoiado em suas funções hemodinâmicas e que o médico examinador ou cirurgião tenha ao mesmo tempo um ótimo acesso ao campo de operação. Isto é de grande vantagem, especialmente em intervenções longas, nas quais o cirurgião precisa usar um avental pesado de chumbo, uma vez que o cirurgião pode trabalhar sem fadiga e com máxima concentração.  

O sistema cria imagens tridimensionais de alta qualidade do paciente

Os requisitos de um centro cirúrgico são atendidos de forma ideal através do Artis zeego – até hoje único no mercado. Através da flexibilidade robótica a infraestrutura complexa de um centro cirúrgico não é interferida. O robô KUKA se insere no campo da cirurgia – sem que os cabos e mangueiras tenham que ser removidos do piso – e disponibiliza uma imagem tridimensional de alta qualidade do paciente, similar à tomografia computadorizada (CT), que registra mais da anatomia humana do que era possível até então com todos os outros sistemas padrão de angiografia. Esse conhecimento permite reagir imediatamente a novas situações ou fazer correções – isso dá flexibilidade à equipe e evita reoperações.

O componente robótico cumpre com a mais elevada classe de higiene

Somente agora se torna possível um sistema de imagens através do sistema robótico em salas da mais alta classe de higiene, uma vez que o fluxo de deslocamento de ar asséptico sobre o paciente não é prejudicado por componentes montados no teto. Para muitos hospitais o cumprimento minucioso das prescrições de higiene é a principal medida contra complicações pós-operatórias em toda a cadeia de tratamento. O Artis zeego, com o robô KUKA integrado, apoia este importante requisito como nenhum outro sistema de arco em C no mercado da imagiologia cirúrgica e interventiva.

Com o Artis zeego o médico examinador pode posicionar o arco em C flexivelmente em volta do paciente.

Nós utilizamos cookies para oferecer a você o melhor serviço online. Saiba mais.

Ok