Escolha a sua localização:

País

Paletizadores KUKA garantem o sucesso de moinho familiar

O peso máximo permitido de um saco de farinha na França caiu de 40 para 25 kg. Isso levou o moinho familiar Moulins Bourgeois ao limite de sua capacidade de fornecimento. Porque com o mesmo escopo de fornecimento havia a necessidade de embalar, transportar e carregar praticamente o dobro de sacos de farinha. Por isso a empresa optou – com sucesso – pela paletização automática com robôs KUKA.


Farinha francesa para baguetes, biscoitos e pão achatado

Bourgeois – este nome é sinônimo de farinha da mais alta qualidade desde 1895. “Trabalhamos como operadores de moinho independentes há quatro gerações”, explica Julien Bourgeois, Gerente Geral. “Tão cuidadosamente quanto os viticultores escolhem suas castas de videira, nós escolhemos nossos grãos.” Há 80 anos a sede da empresa está localizada em Verdelot, 80 quilômetros a leste de Paris. Embora a empresa esteja crescendo constantemente, a Moulins Bourgeois ainda se define como moinho familiar. E embora sejam processados exclusivamente grãos franceses e a empresa vê as panificadoras artesanais como seu principal grupo-alvo, há muito tempo ela fornece para o mundo todo. A farinha cultivada de forma convencional e orgânica da Moulins Bourgeois é exportada, entre outros, para a Alemanha, Noruega, Egito, Arábia Saudita, China e Brasil.

Paletização automática: Menos trabalho manual árduo, mais capacidade de entrega

O centro de distribuição totalmente automatizado em Verdelot se beneficia da alta velocidade e confiabilidade de cinco paletizadores KUKA

Superando crises à la Bourgeois

Ao mesmo tempo, a família Bourgeois teve que superar dois grandes desafios na última década. Em 28 de junho de 2010 um acúmulo de calor em um armário de distribuição provocou um incêndio, que destruiu o moinho principal da empresa em Verdelot. A operação continuou em moinhos alugados. Paralelamente a isso, os empresários tiveram um novo moinho construído em 18 meses, com medidas de higiene melhoradas e quase o dobro da capacidade de produção.

Bom para os colaboradores, desafiador para o moinho

Tudo começou bem. Mas pouco tempo depois, tornou-se evidente que uma nova regulamentação colocaria mais desafios para os fabricantes de farinha. Pois o seguro social Caisse Nationale d'Assurance Maladie (CNAM) e a associação profissional Association Nationale de la Meunerie (ANM) acordaram regulamentos, que deveriam reduzir o esforço físico dos colaboradores de moinhos. De agora em diante, os sacos de farinha podiam pesar no máximo 25 kg. Julien e David Bourgeois, a quarta geração a dirigir a empresa familiar, precisavam de uma nova abordagem.
Moulins Bourgeois é hoje uma das mais modernas instalações de produção de farinha na Europa
Sede da empresa em Verdelot: a Moulins Bourgeois fornece até 170 t de farinha por dia a seus clientes

Do trabalho físico árduo a um centro de distribuição totalmente automatizado

“Tivemos que mudar de sacos de farinha de 40 kg para 25 kg”, relata Julien Bourgeois. “Foi uma boa notícia para os nossos colaboradores, porque reduziu o trabalho físico pesado. Mas nós tivemos que praticamente dobrar o número de sacos, de anteriormente 7.000 unidades, que carregamos diariamente em nossos caminhões. Isso era totalmente impossível.” Pois até então, seis colaboradores eram responsáveis pela paletização e carregamento dos sacos de farinha. Não era possível acelerar aleatoriamente este árduo trabalho físico. 
Uma nova regulamentação reduziu o peso por saco de farinha de 40 para apenas 25 kg

Solução “Goods-to-truck“ automatizada

Para proteger a equipe contra sobrecarga e continuar a atender todos os pedidos, a empresa decidiu investir em um centro de distribuição totalmente automatizado. Os funcionários, todavia, mantiveram os seus empregos – no nível de carregamento eles agora garantem que cada saco chegue ao caminhão certo e seja acondicionado lá com segurança. Em 2014 deu-se início à solução “Goods-to-truck” 100 % automatizada, incluindo os cinco paletizadores KUKA. Em setembro de 2015 foi inaugurado o novo centro de distribuição com paletização automática. Desde então, dois KR 180 R3200 PA (KR QUANTEC PA) e três robôs KR 300-2 PA são responsáveis por todo o processo de separação de pedidos, ou seja, a despaletização e o carregamento nas esteiras transportadoras corretas.

A empresa KUKA compreendeu nossos objetivos e sabia quais soluções precisávamos. Com os robôs KUKA e o integrador AB Process atingimos plenamente nossos objetivos.

Julien Bourgeois, Gerente Geral da Moulins Bourgeois

Paletização automática: O fruto do trabalho de equipe orientado ao futuro

A Viastore Systems foi responsável pela intralogística e a AB Processfoi o integrador. Christophe Abjean, fundador e um dos diretores executivos da AB Process, explica o que para ele é especial no novo centro de distribuição: “A preparação do pedido é 100 % automatizada – desde a entrada dos paletes no armazém até o transporte dos sacos para os caminhões. Os cinco robôs despaletizadores da KUKA assumem toda a separação de pedidos de forma confiável e com velocidade considerável. O sistema tem uma capacidade de processamento de 2.000 sacos por hora.” No processo, as mercadorias ensacadas são pré-selecionadas para que cheguem no caminhão na ordem adequada ao trajeto de entrega.
Paletizadores automáticos: os dois KR 180 R3200 PA colocam sacos individuais na esteira transportadora
O KR 300-2 PA trabalha com perfeição e movimentam até 550 sacos por hora 

Equipe dos sonhos: Vantagens de dois paletizadores KUKA

Os dois KR 180 R3200 PA se mostram uma solução versátil e que economiza espaço, para colocar sacos individuais na esteira transportadora. Cada robô consegue paletizar 100 sacos por hora. Os paletizadores KR 300-2 PA, por sua vez, pegam cinco sacos de farinha de cada vez e assim movimentam até 550 sacos por hora. A KUKA desenvolveu este tipo de robô especialmente para tarefas de alta velocidade com altas capacidades de cargas. Ele paletiza sem esforço e cuidadosamente até 300 kg e, graças às armações em diferentes alturas, pode ser adaptado flexivelmente às tarefas. Emmanuel Bergerot, Managing Director na KUKA para a França, os países do Benelux e o Magrebe, tira a seguinte conclusão: “A automação na Moulins Bourgeois é o resultado dos esforços permanentes de inovação técnica, tanto dos sistemas mecânicos dos robôs como também do software que os controla. Este sistema está a serviço de uma logística extremamente exigente, mas também eficiente.”

Mais rápido e mais bem-sucedido do que nunca na paletização – e além

O centro de distribuição atendeu plenamente às elevadas expectativas. O tempo entre o recebimento do pedido e o fornecimento agora é inferior a 24 horas. Isso torna a popular farinha da Moulins Bourgeois ainda mais atraente para os clientes. A empresa familiar fornece diariamente até 170 t de farinha. O faturamento anual aumentou de 40 milhões de euros em 2015 para 50 milhões de euros em 2020. E os irmãos Bourgeois estão felizes com os mais de 150 funcionários satisfeitos e uma das mais eficientes e modernas instalações de produção de farinha na Europa
A farinha chega ao palete e no caminhão na ordem adequada à rota de entrega

“Crescemos como empresa”

“Através da mudança conseguimos carregar 60 % mais sacos de farinhareduzir o risco de doenças e lesões musculoesqueléticas dos nossos colaboradores”, comemora Julien Bourgeois. “Crescemos como empresa, temos uma demanda muito maior e, consequentemente, mais funcionários do que antes.”

Encontre um System Partner KUKA perto de você

Encontre aqui o parceiro apropriado para o seu ramo ou para a sua demanda.

Este site utiliza cookies (mais sobre isso), para lhe oferecer também o melhor serviço online. Se você continuar a usar o nosso site, somente usaremos cookies tecnicamente necessários. Se você clicar em ""OK e descubra a KUKA"", você também concordará com o uso de cookies de marketing. Com um clique em ""Configurações de cookies"" você pode escolher, quais cookies nós usamos.

Configurações de cookies